Brincando no escuro

Sempre quis saber como as pessoas fazem pra tirar fotos em boa resolução no escuro. É claro que o fator “câmera boa” influência (muito!) no resultado. Maaaaaas~~, como eu ainda não consegui realizar essa vontade de ter uma profissional, tenho que aprender a usar a que eu tenho aqui em casa mesmo.

A minha maior dificuldade sempre foi ajustar no modo certo pra não parecer uma foto ruim, sem nitidez nenhuma.

Por coincidência, uma semana antes eu tinha comprado um abajur baratinho pra colocar na escrivaninha aqui de casa e comecei a “brincar” com a luz. Como a luz era fraquinha-fraquinha, não deu pra aproveitar muito e deixei pra lá.

Até que passeando pela Leroy Merlin com a minha irmã, vimos os mostruários lindos das luminárias e fiquei imaginando como seria fotografar com aquela luz , e então nos arriscamos a comprar uma luz daquelas que geralmente ficam embutidas em lojas de shopping, sabem?

Aí siiiim!^^ Descobrimos o tesouro escondido!

Essa lâmpada tem o nome de Dicróica, e faz com que a luz fique focalizada no objeto que você deseja destacar, muito utilizada em lojas de roupas, destacando os manequins na vitrine. Além disso achei a potência de luz super forte! A que compramos tem 50W, mas tem mais potentes ainda e dá pra iluminar bem (bem mesmo).

Amamos descobrir essa experiência.

Quem vai posar para as fotos, como puderam ver no início do post, será a ursinha-chaveiro. Pode acreditar, ela é mais fotogênica que eu! Haha

Aqui está uma amostra das fotos que tiramos de madrugada à noite. Todas as fotos estão sem edição pra vocês poderem ver o poder da coisa! ^^

Micro estúdio

 

A estrela

Essa luz me favorece!

Divando!

Ursa tendo a ideia de montar este post ^^

Legal né? Não havia pensado nisso… Estava louca querendo uma câmera profissa, mas agora até que dá pra aguentar mais um pouquinho rsrs

E vocês, o que acharam da ideia? Deixa um comentário! Assim podemos conversar melhor ^^

Beijo e uma ótima semana a todos!

Anúncios
Publicado em Fotografia | Marcado com , , , , , , , , , , , | 2 Comentários

Feliz Dia do Amigo!

Pra comemorar o dia do amigo, fiz esse post em agradecimento às pessoas que fazem toda a diferença na minha vida: meus amigos. Resolvi pegar um trecho do livro “O pequeno Príncipe que fala sobre a amizade e o amor”

 

E foi então que apareceu a raposa :

– Bom dia, disse a raposa.

– Bom dia, respondeu polidamente o principezinho, que se voltou, mas não viu nada.

– Eu estou aqui, disse a voz, debaixo da macieira…

– Quem és tu ? Perguntou o principezinho. Tu és bem bonita…

– Sou uma raposa, disse a raposa.

– Vem brincar comigo, propôs o principezinho. Estou tão triste…

– Eu não posso brincar contigo, disse a raposa. Não me cativaram ainda.

– Ah! Desculpa, disse o principezinho.

Após uma reflexão, acrescentou :

– Que quer dizer « cativar »?

– Tu não és daqui, disse a raposa. Que procuras ?

– Procuro os homens, disse o principezinho. Que quer dizer « cativar »?

– Os homens, disse a raposa, têm fuzis e caçam. É bem incômodo ! Criam galinhas também. É a única coisa interessante que eles fazem. Tu procuras galinhas ?

– Não, disse o principezinho. Eu procuro amigos. Que quer dizer « cativar »?

– É uma coisa muito esquecida, disse a raposa. Significa « criar laços… »

– Criar laços ?.

– Exatamente, disse a raposa. Tu não és ainda para mim senão um garoto inteiramente igual a cem mil outros garotos. E eu não tenho necessidade de ti. E tu não tens também necessidade de mim. Não passo a teus olhos de uma raposa igual a cem mil outras raposas. Mas, se tu me cativas, nós teremos necessidade um do outro. Serás para mim único no mundo. E eu serei para ti única no mundo…

– Começo a compreender, disse o principezinho. Existe uma flor… Eu creio que ela me cativou…

– É possível, disse a raposa. Vê-se tanta coisa na Terra…

– Oh! Não foi na Terra, disse o principezinho.

A raposa pareceu intrigada :

– Num outro planeta ?

– Sim.

– Há caçadores nesse planeta ?

– Não.

– Que bom ! E galinhas ?

– Também não.

– Nada é perfeito, suspirou a raposa.

Mas a raposa voltou à sua idéia.

– Minha vida é monótona. Eu caço as galinhas e os homens me caçam. Todas as galinhas se parecem e todos os homens se parecem também. E por isso eu me aborreço um pouco. Mas se tu me cativas, minha vida será como que cheia de sol. Conhecerei um barulho de passos que será diferente dos outros. Os outros passos me fazem entrar debaixo da terra. O teu me chamará para fora da toca, como se fosse música. E depois, olha! Vês, lá longe, os campos de trigo? Eu não como pão. O trigo para mim é inútil. Os campos de trigo não me lembram coisa alguma. E isso é triste! Mas tu tens cabelos cor de ouro. Então será maravilhoso quando me tiveres cativado. O trigo, que é dourado, fará lembrar-me de ti. E eu amarei o barulho do vento no trigo…

A raposa calou-se e considerou por muito tempo o príncipe :

– Por favor… Cativa-me! Disse ela.

– Bem quisera, disse o principezinho, mas eu não tenho muito tempo. Tenho amigos a descobrir e muitas coisas a conhecer.

A gente só conhece bem as coisas que cativou, disse a raposa. Os homens não têm mais tempo de conhecer coisa alguma. Compram tudo prontinho nas lojas. Mas como não existem lojas de amigos, os homens não têm mais amigos. Se tu queres um amigo, cativa-me !

– Que é preciso fazer? Perguntou o principezinho.

É preciso ser paciente, respondeu a raposa. Tu te sentarás primeiro um pouco longe de mim, assim, na relva. Eu te olharei com o canto do olho e tu não dirás nada. A linguagem é uma fonte de mal entendidos. Mas, cada dia, te sentará mais perto…

No dia seguinte o principezinho voltou.

– Teria sido melhor voltares à mesma hora, disse a raposa. Se tu vens, por exemplo, às quatro da tarde, desde as três eu começarei a ser feliz. Quanto mais a hora for chegando, mais eu me sentirei feliz. Às quatro horas, então, estarei inquieta a agitada: descobrirei o preço da felicidade! Mas se tu vens a qualquer momento, nunca saberei a hora de preparar o coração… É preciso ritos.

– Que é um rito ? Perguntou o principezinho.

– É uma coisa muito esquecida também, disse a raposa. É o que faz com que um dia seja diferente dos outros dias; uma hora, das outras horas. Os meus caçadores, por exemplo, possuem um rito. Dançam na quinta-feira com as moças da aldeia. A quinta-feira então é o dia maravilhoso! Vou passear até a vinha. Se os caçadores dançassem qualquer dia, os dias seriam todos iguais, e eu não teria férias !

Assim o principezinho cativou a raposa. Mas, quando chegou à hora da partida, a raposa disse :

– Ah ! Eu vou chorar.

– A culpa é tua, disse o principezinho, eu não te queria fazer mal; mas tu quiseste que eu te cativasse…

– Quis, disse a raposa.

– Mas tu vais chorar! Disse o principezinho.

– Vou, disse a raposa.

– Então, não sais lucrando nada !

– Eu lucro, disse a raposa, por causa da cor do trigo.

Depois ela acrescentou :

– Vai rever as rosas. Tu compreenderás que a tua é a única no mundo. Tu voltarás para me dizer adeus, e eu te farei presente de um segredo.

Foi o principezinho rever as rosas :

– Vós não sois absolutamente iguais a minha rosa, vós não sois nada ainda. Ninguém ainda vos cativou, nem cativastes a ninguém. Sois como era a minha raposa. Era uma raposa igual a cem mil outras. Mas eu fiz dela um amigo. Ela é agora única no mundo.

E as rosas estavam desapontadas.

– Sois belas, mas vazias, disse ele ainda: Não se pode morrer por vós. Minha rosa, sem dúvida um transeunte qualquer pensaria que se parece convosco. Ela sozinha é, porém mais importante que vós todas, pois foi a ela que eu reguei. Foi a ela que pus sob a redoma. Foi a ela que abriguei com o para vento. Foi dela que eu matei as larvas (exceto duas ou três por causa das borboletas). Foi a ela que eu escutei queixar-se ou gabar-se, ou mesmo calar-se algumas vezes. É a minha rosa.

E voltou, então, à raposa :

– Adeus, disse ele…

– Adeus, disse a raposa. Eis o meu segredo. É muito simples: só se vê bem com o coração. O essencial é invisível para os olhos.

O essencial é invisível para os olhos, repetiu o principezinho, a fim de se lembrar.

Foi o tempo que perdeste com a tua rosa que fez tua rosa tão importante.

– Foi o tempo que eu perdi com a minha rosa… Repetiu o principezinho, a fim de se lembrar.

– Os homens esqueceram essa verdade, disse a raposa. Mas tu não a deves esquecer. Tu te tornas eternamente responsável por aquilo que cativas. Tu és responsável pela rosa…

– Eu sou responsável pela minha rosa… Repetiu o principezinho, a fim de se lembrar.

Espero que tenham gostado da mensagem de hoje e gostara de poder criar uma amizade bonita com você que acompanha o blog.

Crédito da imagem: https://www.facebook.com/kpopteria

Publicado em K-Pop, K-popcorn, Uncategorized | Marcado com , | Deixe um comentário

Call me maybe (de um jeito diferente)

KKKKK Não acredito que conseguiram fazer issoooo! Muito bom!

No post anterior eu coloquei as “músicas chiclete” e morri de dar risada dessa versão que fizeram da música da Carly!

Quanta criatividade (e paciência, convenhamos…)

Espero que tenham gostado também kkkkk!!!

*3*

Publicado em Uncategorized | Deixe um comentário

“Músicas-chiclete” da semana

Essas músicas não pararam de tocar na minha cabeça essa semana! Cuidado pra não grudar na cabeça de vocês também hehehe

Boa semana à todos!

Publicado em K-Pop, K-popcorn, Vídeo | Marcado com , , | Deixe um comentário

Mania de laços e outros acessórios

Quem me conhece de perto sabe que sou apaixonada por detalhes que remetem ao “laço”. Essa paixão começou desde muito cedo, desde quando minha mãe colocava aquele laço ENORME! na minha cabeça pra disfarçar a falta de cabeleira (bom… na verdade quando eu era pequena eu odiava aquele laço… hoje eu pago a língua rsrs). Hoje, o laço tem um significado muito especial pra mim e sempre que pode minha mãe continua colocando-os onde puder nas roupas que ela faz pra mim (ela tem uma mão divina!).

As pessoas sempre me perguntam como eu consigo tanta coisa que tenha laço. Na verdade é meio involuntário.. rsrs Meio que virou uma marca-registrada, ao ponto de as pessoas trazerem lembranças no formato de laço pra mim (adoro!)

Aqui está uma parte da minha “coleção”:

Esse anel daqui de cima eu quase sempre uso. É uma fofura! Eu comprei ele na Morana e super valeu pela compra. De tanto que eu uso as pedrinhas de strass até chegaram a cair, mas é só voltar na loja que eles recolocam =D. Na época eu paguei R$50,00 (há uns 2 anos).

Esse anel fica muito delicado na mão. Eu comprei ele na C&A e paguei só R$10,00, acreditam?

Esse colar é lindo demais. Ganhei da mana ^^

Deu até vergonha de colocar esse anel todo estrupiado rsrs, mas esse foi o meu primeiro anel em formato de laço =D, por isso tenho um carinho especial por ele. Paguei R$15,00 e comprei na loja Santo Luxo.

Fofo demais esse anel, não é mesmo? Comprei na Riachuelo e paguei só R$ 15,00. Esse geralmente é o que mais chama a atenção das pessoas.

Esse lacinho de cabelo eu comprei na Pink Biju e é bem prático pra prender a franja. Paguei R$3,99 (se eu não me engano)

Amoooo esses brinquinhos! Esses eu ganhei de uma amiga de trabalho. Também é da Morana.

Detalhe do fecho. Não machuca!

Agora outras “fofurices”. Essas tartarugas não são lindas demais? Tenho até dó de usar e estragar. Comprei nesses catálogos que as meninas da facul vendem, sabem?

Tartarugas em zoom.

Esse pingente é uma graça. Comprei na facul também.

Esses brincos são ótimos pra ajudar numa produção mais profissional. Como trabalho em escritório sempre tenho que ir vestida “à caráter” e os acessórios também devem acompanhar.

Comprei na facul também. (Não comprei pra me proteger de nada… Apenas achei bonito. Não sou supersticiosa… =P)

Essa coruja é enorme! rsrs Mas é uma graça. Fica linda demais!

Essa presilha de cabelo é pequenininha…

Brinco de flor. Lindo.

Mais um brinquinho… Esse é mini. O fecho dele também não machuca. Acho que dá até pra por em criança. Super delicado.

Essa cartela eu tirei foto pra mostrar pra vocês. Achei super legal e mega prático pra quem não tem coordenação motora rsrs. É um adesivo feito artesanalmente pra colocar na unha. Tem feito um mega sucesso entre as meninas da faculdade. Lógico que a de laço a menina já tratou de reservar pra mim. Adorei a surpresa!

Gostaram do post? Recheado do fotos né? Fique à vontade para comentar!

Até mais!

Publicado em Acessórios, Moda | Marcado com , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , | 3 Comentários